sábado, setembro 10, 2005

Ponto de encontro

Caio em mim. Na minha solidão. Um navio vem vindo desde o Barreiro até à saída da barra, puxado por um rebocador. Um rebocador é um barco muito estranho quando acoplado a um navio. Lá ao fundo Palmela e a Arrábida estão tão bem recortadas. Apetece-me ficar. Caio em mim, na minha solidão, é lá que te encontro.

2 comentários:

TMara disse...

é smp na nossa solidão (espaço interior) k tudo achamos.Passa lá por casa (post de 10 de Set.) precisamos de ti. Bom f.s.Bjs e ;)

Lyra disse...

e ás vezes deixamo-nos ficar por lá. Só para que esse encontro se prolongue.