sexta-feira, outubro 07, 2005

Núpcias

Casei-me ontem nos teus olhos. E anteontem. Há pouco. Vou-me casando em cada dia que te respiro. A minha igreja é o mundo, o chão, a terra que pisamos. As histórias que escreveremos, as imagens. Vejo uma janela, a luz e as pessoas. Eu vejo semáforos, respondes. Eu penso, é enorme escrever com o peito aberto sobre o amor. A ciência, que vai até esse fantástico separar daqueles que a natureza uniu, fica incompleta aqui na fusão de dois.

2 comentários:

Amélia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Amélia disse...

Gostei deste texto -gosto de outros também.Será que podia «emprestar-mo» para um dia colocar no mei blogue na secção Omnia Vincit Amor?
blogue:ao longe os barcos de flores

2:28 PM