sexta-feira, maio 12, 2006

Os amigos

Passou uma sombra por aquele Verão distante de 2006. Não era bem uma sombra, era uma hipótese de luz. O tempo em que estamos juntos, o tempo em que divergimos. Temos fobia ao escuro. E perdemos também assim a luz que nos incendeia. O tempo. Há muitas formas de entender uma sombra, disse ele, enquanto ela, com as mãos atravessadas por aquele ofício de interpretar as coisas, as pessoas, os seres, concluiu: isto não é um post. É um recado.

4 comentários:

Celta disse...

Da posta de pescada à posta de recado. Com azeite forte da terra.

JPN disse...

E ervas. Alecrim, manjericão, tomilho, orégãos. Orégãos. Uma amizade sem orégãos é um destempero.

Celta disse...

Tráfico de orégãos? Tu não te metas nisso!

Celta disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.