sexta-feira, julho 14, 2006

Êxodo mais uma vez

Ontem senti que aqueles actores, aquele encenador, realizavam verdadeiramente uma missão. Vou decorar algumas das caras que assistiram comigo ao espectáculo. Vou segui-las nos próximos tempos. Vamos criar depois uma associação. Um grupo extremista. Radical. A propósito: não há nada de radical numa bomba que rebenta. Nem mesmo - por ser todo o tempo revolucionário - numa bomba-relógio.