quarta-feira, setembro 06, 2006

Nascidos Culpados

"A retórica da inocência, conjuntamente com a da exaltação da nossa condição democrática, é uma peça decisiva do xadrez da mentira que cobre o Médio Oriente.
.../...
E é esse, entre a arrogância da inocência e o reconhecimento, doloroso, da nossa responsabilidade, o exacto dilema que nos separa. " Actualização em "Paz Violenta".

1 comentário:

M em Campanhã disse...

"nunca a paz é a paz / toda enfeitada de guerra" - lembrei-me do teu Paz Violenta ao ouvir este Fausto