terça-feira, setembro 26, 2006

O tamanho e a medida

As vidas deles são enormes, disse-me. E eu pensei que ela me ía dizer que eles vivem trinta mil coisas por segundo. É assim que eu calculo que as vidas se estiquem. Não, não era disso que se tratava esclareceu no momento seguinte. As suas vidas são enormes porque eles se demoram séculos em cada coisa que fazem. Um dia, torna-se uma eternidade.

5 comentários:

vague disse...

eu não digo? :)

q blog mais bonito este.

Carlos Azevedo disse...

Isto fez-me lembrar algo que me disseram em tempos, a propósito de alguém que já não estava entre nós: que a vida havia sido enorme, porque se tinha posto inteiramente em tudo o que fizera.

cbs disse...

A mim lembra-me a diferença que existe entre o tempo mecanico do cronómetro, sempre igual, e o tempo psicológico feito das qualidades que verdadeiramente sentimos.

A consciencia desmente o relógio ;)

gracabastosdias@yahoo.com disse...

è. Na verdade, o tempo é uma dimensão psicológica; uma hora pode
parecer um minuto se estás de bem contigo mesmo e um minuto pode ser uma eternidade, só porque estás mal!

Carla de Elsinore disse...

wei!