segunda-feira, dezembro 18, 2006

Inventário das coisas sobre as quais não escrevi

O Apito Dourado e a mulher do Mal, Carolina Salgado; as terminologias linguísticas; as eleições palestinianas; o relatório J. Baker; Slabat Mater, o último espectáculo que vi dos Artistas Unidos com a fabulosa interpretação de Maria João Luís; da ERT, do ECT e muito menos do EPC; os bombons de chocolate amargo e mel do apicultor; "Salazar Vai ao Cinema", o livro de Maria do Carmo Piçarra, sobre os jornais falados de actualidades; o castanho dos teus olhos; as massagens da Fiona; a prevísivel falta de peixes nos Oceanos daqui a quarenta anos.
Não falei e provavelmente, já não falarei, especialista que sou em desorganizar todos os universos onde toco. Ficam assim como agenda impossivel, no final do ano.

1 comentário:

rui disse...

stabat e não slabat