sexta-feira, maio 11, 2007

Vadiando

A estrear os jardins digitais. Escrever na rua. Para uma alma vadia, esta é uma aspiração máxima.A noite aproxima-se aqui do jardim, a esplanada está naquele pousio da hora de jantar, o post fecha-se por ele mesmo, tiritando.

6 comentários:

M em Campanhã disse...

e como é que fazes isso?

Anónimo disse...

não acredito!:-(
maria joão

j disse...

Que engraçado! Estive para experimentar, esta noite, na Estrela. Acabei por preguiçar e deixei o bicho em casa...! M, é preciso estar em Lisboa ;-) : a CML chamou-lhe "jardins digitais" mas fez saber que, no Verão, acabam as borlas. Pode ser que, com a rebaldaria que por aqui vai, acabem é por se esquecer de desligar o wifi... Mas, olha, o Porto pode não ter jardins digitais (não sei se tem, para ser honesto) mas tem aquele encanto que a gente sabe...!

M em Campanhã disse...

então é mesmo isso, literalmente. que raiva! e eu a imaginar o JPN a postar através de algum telemóvel sofisticado...

j disse...

Bem, eu não sei se ele tem um telemóvel sofisticado...

Cristina GS disse...

Isso é o que se chama vadiagem de jardim com fios para estender palavras. Boas noites :)