sábado, dezembro 20, 2008

O mundo de Oliveira

Escrevo por cima do que Pedro Mexia escreveu sobre Oliveira. Bastava-me a mim Francisca, filme difícil, decerto, vi-o duas vezes, uma sem tempo - interior - para cuidar do tempo que ele tem lá dentro das suas imagens que replicam os seus times codes em eternidades várias, a outra para festejar o cinema. Nem me importo que seja verdade que muitos dos que vão louvar Oliveira nunca o tenham visto senão nestas versões compactadas de uma genialidade anunciada pelos grandes meios de comunicação social. Não é por causa do mundo ser assim que o cinema de Oliveira se desmerece. É este mundo exacto que precisa do seu cinema.

3 comentários:

redjan disse...

E no entanto há espaço para que pessoas como eu ... levem tempo .. muito tempo talvez ... até prestar atenção e entender um pouco de artistas como Oliveira ! Mas ... talvez valha mais tarde ... que nunca !

JPN disse...

sim, mas desde que não descures a arte das oliveiras, eheheheh. o olival precisa de ti, amigo!
:)

materials disse...

banwangqiang
haodanqiang
yanyuedao
zhenglongjian
longqiqiang