terça-feira, maio 02, 2006

Sindrome do antigo fumante

Uma das coisas que bendigo no meu processo de desabituação tabágica é a falta de crispação tão comum entre antigos fumadores. Não odeio os cigarros, os fumadores, o fumo. Aprecio até um bom charuto, uma boa cigarrilha ou uma boa cachimbada, quando os vejo serem fumados como o devem ser: com puro deleite.

3 comentários:

M em Campanhã disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
M em Campanhã disse...

crispação? não contem comigo. 13 anos depois ainda sonho com maços (tive de remover o comentário anterior porque em vez de maços saíu-me "machos"...) cheios de SG ventil e considero seriamente a hipótese de voltar a fumar quando for velhota e não me restar tempo suficiente sofrer danos relevantes.

DIV de divertida disse...

cuidado com isso...
uma coisa puxa mesmo a outra...

estive mais de ano e meio sem fumar e... recaí... por brincadeirinha de achar que um cigarrito uma vez por festa nao faz mal nenhum.
lixei-me pra não dizer pior...
agora custa-me muito mais.