terça-feira, julho 04, 2006

Crime contra a humanidade

Pode ser que em alguns casos, o fenómeno tenha condições que se repercutam favoravelmente na vida de todos nós. Não sei. o que sei é que este trabalho de grande construção narrativa sobre o Mundial de Futebol é de uma manipulação da realidade sem limites. É claro que há muita idiotia à mistura mas isso não justifica nada. Para mim quem a faz, empresas de comunicação social, empresários do futebol, politicos, procede de um violento crime contra a humanidade. Eu sei. Eu sei que esta declaração me torna tão rísivel como um Garcia Pereira. Aceito o vosso escârnio da mesma forma que vos confio o meu desprezo. Também, se alguém, neste momento, conseguisse instalar alguma onda de reflexividade na nossa vida que não passe por uma filosofia de ponta pé na bola, seria metade homem, metade deus. E neste momento os nossos deuses estão todos en Marienfield.

4 comentários:

JoanaLA disse...

Garcia Pereira não é nem nunca será risível. Desculpa lá, mas sou uma fã incondicional e cega. Garcia Pereira ao Parlamento já!!

Mais coisa menos coisa como os ingleses que criaram uma página web para cascar no nosso Ronaldo, porque andam convencidos que ele é o belzebu que fez expulsar o Rooney como por artes mágicas e ascendente inexplicável sobre um árbitro internacional.

Na realidade, o futebol modifica-nos a todos, e não é por manipulação dos media e outros que tais. Hoje dei por mim a ouvir atentamente as declarações do Scolari na TSF em vez da música acolhedora da Radio marginal.

JPN disse...

voltaste da terra das massas e do esparguete, portanto! mas vamos lá a ver se eu consigo dissecar este meu argumento...vou tentar.

jpt disse...

quer dizer, há uma conspiração de sábios futebolísticos para obscurecer a massa futeboleira? e a rapaziada é assim tão estúpida que se deixa ir?

JPN disse...

sábios futebolisticos? é necessário obscurecer ainda mais a futeboleira? não creio que tenha a ver com estupidez.