terça-feira, janeiro 16, 2007

Há dois dias que me falta o sol. Há dois dias que acordo e, das duas vezes que abro os olhos, me falta o sol. Nasci assim, fotosintético. Sem clorofila não são só os dias que se perdem, são também as noites que se desgraçam.

2 comentários:

princesa das estrelas disse...

:) O sol também me faz muita falta. Deixei-te um recado no meu blog. O co-realizador gostou de te lembrar. Deixou-te cumprimentos e lamenta que não tenhas enveredado pelo cinema, tal foi o tu desempenho como artista convidado.
Pode ser que a gente ainda se conheça, um destes dias, entre tantos conhecidos comuns.
Que o teu sol apareça depressa.

sete e picos disse...

a proposito desta tua posta lembrei-me de uma amiga que quando era adolescente se vestia toda de preto e era antifotossintese, por isso andava sempre a fugir do sol.. é por isso que o mundo não cai