quarta-feira, maio 09, 2007

Um post lindo, de antologia. Lembrei-me do Pedro, à jogar sozinho no pátio, dizendo "ela é a minha melhor amiga", copiando as palavras que vira num dos vídeos do Olivier. E depois, com o comentário da M., sobre os meninos que têm gente dentro de si, lembrei-me de mim, há tantos anos, a fazer concursos que duravam uma tarde, atirando uma bola de meias à cara do poster da Gioconda que estava no fim do corredor. Era uma luta de titãs. Eusébio e Yazalde, chutavam á vez. Eu acho que além de rematar pelos dois ainda fazia de locutor reclamista. Eram tardes incríveis, cheias de gente. Talvez de loucura também.

3 comentários:

Anónimo disse...

:-) maria joão

D em Coimbra B disse...

Que bom que o texto lembre o Yazalde, esse meu ídolo de infância com cujo nome joguei e sonhei como o «chiquito» tantas vezes. O grande "chirola". Mais um homem de Buenos Aires na escala de H.

M em Campanhã disse...

e vocês os 2, D e JPN, lembram-me o rapaz (sim esse, do que diz Molero), o que tinha mundos de gente dentro dele.