quarta-feira, dezembro 19, 2007

A realidade é real?

O jornal do Metro que me acompanha pela manhã na linha verde tem uma notícia intrigante:
dois actores foram ontem mortos pela polícia de Luanda, quando filmavam uma cena de um filme sobre delinquência juvenil. O porta-voz da polícia justificou o incidente como uma "falha de informação" já que os agentes acreditavam tratar-se de um assalto real.
Comentários precisam-se.

4 comentários:

aflito co'as mãos nos bolsos disse...

A vida é irónica e os agentes da policia de luanda estão acostumados a atirar a matar.

CCF disse...

Sim, é possível. Mas no Brasil, eles já mataram meninos de rua e nem sequer foi a fazer confusão com filme nenhum. Em Portugal, um poícia matou na esquadra um preso. É verdade que por lá resta muito do que foi um regime duro e autoritário, mas há também alguma vontade de mudança, sobretudo entre os mais novos...não sei quem e o que vai ganhar, se é que alguma vez alguma batalha está terminada.
~CC~

A indecisa disse...

A realidade é relativamente real... Cada um a cada instante vê a sua e a dos outros que nem sempre coincide com a realidade dos outros e a minha vista por eles.
A realidade depende do tempo, do estado e do sujeito.
Hoje posso ver a realidade de uma maneira, amanhã olho para tras e a vejo de outra maneira ou mesmo não a vejo como real e vice versa.
Logo não podemos ter a certeza se foi engano ou não.

Yara disse...

Claro que a realidade minha não é a mesma que a tua. A linha amarela, verde ou vermelha do metro já não é uma realidade para mim, nunca foi uma realidade para muitos povos.
O povo Angolano nasceu e vive numa realidade diferente, tal como todos os outros povos e Nações.
É natural eu sentir revolta e tristeza com a realidade minha como povo. Mas será justo eu compreender? Será justo como ser humano compreender uma realidade que me elimina?
Nós entendemos a condição que nós é dada como realidade, quando sabemos como tudo se desenvolve no meio aonde falta muito exemplo da evolução da natureza humana. Mas não aceitamos a injustiça da nossa realidade. Lutamos constantemente contra a ignorancia e falta de amor ao proximo.
A realidade aqui é que todos lutamos por um pedaço de paz. Um pedaço que as condições nao nos oferecem. Alguns têm o medo e o terror no seu coração alimentando a ignorancia, por falta de conhecimento, nao por escolha. Outros têm melhores exemplos de que podemos vencer o medo e lutar sem deixar o outro para tras.
Evoluimos todos juntos com condições diferentes, mas a nossa realidade como seres humanos é a mesma.
A realidade do ser humano é real.