quinta-feira, julho 17, 2008

Lugares do eu

A minha vida todos os dias se queixa do meu blogue. O meu blogue, por interpostas pessoas, queixa-se da minha vida. Ela, que também é a minha vida e o meu melhor blogue, queixa-se também ora da minha vida, ora do meu blogue.

2 comentários:

Cristina GS disse...

Um mar de queixumes. Isso é fado, meu querido, Abçs

vaandando disse...

e que fado , não de faca e alguidar, mas de pescadinha de rabo na boca !
E viva o teu blogue !
abraço do Zé Marto