quarta-feira, janeiro 07, 2009

Eu e a crise da economia

Quando os economistas falavam em milagre
económico,
os preços subiram,
a inflação disparou,
eu endividei-me,
e o meu salário quase desapareceu.
Agora,
que finalmente vem aí a recessão,
e que os economistas dizem que tudo vai piorar,
que os preços vão cair,

eu preparo-me para prosperar, restaurar as minhas finanças,

para poder sobreviver aos tempos díficeis

que inevitavelmente virão
depois da retoma da economia.

4 comentários:

a rapariga que vinha da província disse...

pois. a coisa melhorou para quem tem salário: baixaram a gasolina, o gás, as roupas, a comida, etc..
o pior é para quem não tem salário. e, para isso, continuamos sem previsão de melhorias.
sonha o governo com as grandes obras que lhe salvarão o sono durante a vigência do mandato. quanto ao país, receberá com essas decisões apenas mais uma golfada de ar envenenado.

Lucubrina disse...

Prazer, vim aqui ter por vielas e ruelas dos blogs.
É certo que os cérebros economistas nos mandam todos ir para as pontes mais altas de cada concelho e, de mãos bem unidas,... ploc... aqui vamos todos.
Terá mesmo que ser assim???
Porque só existem estes cérebros?
Os nossos estão adormecidos em contas de somar?
Porque não pensar nas outras operações.
Diminuir é a única que já não cabe neste contexto.

Usuale disse...

Oi pessoal!
Para quem gosta de estar sempre a par sobre a economia e finanças em geral. Tenho uma sugestão de um site que trás assuntos relacionados ao que voc~e procura, vale a pana dar uma olha. O link é esse:
http://www.ziipi.com/result?pesquisa=economia

Usuale disse...

Oi pessoal!
Para quem gosta de estar sempre a par sobre a economia e finanças em geral. Tenho uma sugestão de um site que trás assuntos relacionados ao que voc~e procura, vale a pana dar uma olha. O link é esse:
http://www.ziipi.com/result?pesquisa=economia