segunda-feira, fevereiro 09, 2009

A minha festa

Vai fazer oito anos. Em 2009. Eu fiz oito anos em 1970. Fecho os olhos, tentando perceber quem eu era, tentando que nesse esforço possa compreendê-lo um pouco melhor. Às vezes tenho medo de me estar a esquecer de ser pai, de estar só a pensar em passar bons tempos com ele, a crescer com ele. O que é que eu queria do meu pai aos oito anos? Tenho tanto medo. Apetece-me, quando estou só, consumir-me, sem desânimo, no meu não acreditar, no querer ver para além da fé, mas de quinze em quinze dias tenho aqui este pequeno raio de luz e desfaço-me em promessas, em quereres, em desejares. Ele é a minha festa.

4 comentários:

princesa das estrelas disse...

Oh Quim, que bonito o que aqui escreveste. Já viste que quando ele for adulto vai poder ver as coisas maravilhosas que escreveste sobre ele e sobre a vossa relação. E sobre os teus medos de pai?
Beijos

Elsa Serra disse...

Com carinho...um abraço...fazes a festa com amor e humildade, parabéns!

António Centeio disse...

O Jornal Alpiarcense gostaria de saber mais dados sobre o Toze Alpiarça,porque tem o apelido de "Alpiarça"
Escreva-nos Leia as notícias da região no “Jornal Alpiarcense” http://jornalalpiarcense.blogspot.com
Informação On line sempre actualizada.
para o nosso jornal

Isabela disse...

O meu nunca mais chega. Que idade terá? Como serão os seus olhos, as suas mãos?