segunda-feira, agosto 21, 2006

Nada a declarar

A aventura da comunicação: no regresso de férias tenho mais de 1600 emails destinados directamente ao lixo. De tudo isto retiro cinco ou seis informações sobre espectáculos, cursos de teatro, dois ou três emails da DLR, para consultar mais tarde, e claro, dois amigos a dizerem-me que mudaram de endereço de email. Tudo informação ao molho. Nenhum Joaquim, Quim, JPN, seja para me dar um abraço, reclamar uma dívida não paga, pedir um favor, convidar-me para um café, ou até, reclamar da ausência. E eu, "euzinho", cada vez mais feliz, mais realizado, mais "sei lá".

1 comentário:

Joaquim Diabinho disse...

Olá,Joaquim Paulo,
Temos o tempo inteiro e (mais) um dia para darmos lugar ao inesperado.Na (in)tranquilidade das palavras,
o "sei lá" mantém sempre a cabeça erguida para melhor respirar... .

um abraço,
JD