terça-feira, janeiro 23, 2007

Guardar peixes no rio

"MARIANA
Porque é que tu não tens nada?
JOÃO COM TUDO
Já te disse, porque assim tenho tudo.
MARIANA
Mas isso é porque não tens nada?!
JOÃO COM TUDO
E por isso tenho tudo. Crio peixes nos rios, fruta nos pomares, pássaros nos céus. Tudo o que vejo cabe no meu mundo e o meu mundo é tudo o que a minha vista alcança. Ter não é agarrar e meter dentro dos bolsos, é guardar aqui.(leva a mão ao peito)"
[in Geraldo Carne e Osso, texto que o Teatro Minimo levou à cena em 2005 e 2006. Para a M..]

1 comentário:

m disse...

(embrulho na melhor seda dos afectos... e guardo.... perto do diálogo da Raposa e do Principezinho... com um sorriso suave-suave)