quarta-feira, agosto 01, 2007

Desistência

Ao ler este post do Luís pensei em alinhavar algumas quadras soltas sobre o medo, sobre o clima intimidatório, sobre esta direita a apropriar-se dos territórios discursivos da esquerda, sobre esta esquerda socialista a executar um programa que, enquanto projecto de desintervenção do estado na economia social, parece corresponder a um sonho da direita. Tudo isto sobre a capa ou a circunstância do inevitável. Desisti. Passa a outro e não ao mesmo...

2 comentários:

rui mota disse...

O PS foi sempre de direita, não vejo qual a admiração.

Luis disse...

Joaquim,
o pior é o Campos, um cínico vingativo, um malfeitor, a deixar os putos doentes a sofrer no sítio que tu conheceste e, sem verba dois anos consecutivos, o sítio novo.