quinta-feira, outubro 25, 2007

Labirinto

Nada é o que parece. Nada que parece, é. Nada que é, parece. É nada que parece.

2 comentários:

claudia disse...

Parecer não é ser.

;)

Xai Xai disse...

no entanto, também não desaparece...