segunda-feira, março 31, 2008

O respirar aos sete

Ontem abri o portátil para procurar um cinema. Ele ajudou-me. Liguei o computador e deixei-o correr enquanto fui para ao quarto. A certa altura ouço-o,
a-n-o-s-s-a -i-m-p-o-r-t-â-n-c-i-a,
não percebi logo que ele estava a ler o post do respirar. O Explorer abre-me directamente para o respirar e ele ficou vidrado nele.
-S-a-b-e q-u-e o t-e-a-t-r-o d-o p-a-i v-a-i d-a-r n-a t-e-l-e-v-i-s-ã-o?
Olhou para mim sorrindo. Tinha reconhecido a frase.
- O que eu disse está na internet?
E enquanto ele lia letra a letra, sílaba a sílaba, eu percebi que, por causa das regras da acessibilidade, a partir de agora vou construir posts para poderem ser silabados. Ainda não sei como mas vou tentar. Que me perdoem os demais, mas encontrei o meu primeiro leitor. Aliás, já comecei a ter ideias. Vou voltar a escrever postais e cartas. É como se um novo mundo se abrisse.

4 comentários:

NavegaDora disse...

É sem dúvida muito bonito ver-se assim abrir um novo mundo para partilharem :-)

blue disse...

ah, ah...! é bom, não é?

:))

Menina_marota disse...

:-)))))))

Momentos... a não esquecer!

Bj ;)

sophis disse...

Como o percebo. :)
tenho um "para a troca" lá em casa, que é o meu maior crítico dos meus post's.