terça-feira, agosto 05, 2008

Da justiça (e dos jogos)

Estamos à mesa, no jardim. Já se saboreia o ananás e o melão e as atenções viram-se para o que faremos desta tarde. Fala-se de jogos. Ela não tem dúvidas:
- A mamã dá licença é um dos jogos mais injustos que existem. Estão ali os jogadores e a pessoa que está de mãe é que decide quem ganha. Além de que uma mãe nunca deve escolher entre os seus filhos. Todos deviam fazer os mesmos passos...
O irmão, mais novo:
- Mas isso seria injusto, há alguns que têm as pernas maiores...

1 comentário:

Marco disse...

Mais justo que esse era o "Macaquinho do Chinês"!
:-)