sexta-feira, junho 26, 2009

Peta das Antigas

A poucas horas de ver "Peta das Antigas", o primeiro espectáculo do Teatro Andamento da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa - Polo Calouste Gulbenkian que não tem a minha assinatura na encenação, estou ansioso, mais ansioso do que quando estava com eles. A encenação é do Ricardo Rodrigues ( a dramaturgia do Ricardo e do Hugo Guerreiro) e há no grupo ainda muitas pessoas com as quais trabalhei. São pessoas muito especiais que guardo comigo. Tive a oportunidade de ver um ensaio com público há uns dias e o trabalho sobre textos de Diniz Machado passou-me da pele para o espirito do espirito para o corpo. È um trabalho ambulatório pelos vários espaços exteriores da Escola. E a pouco e pouco aquele universo especial de um ser extraordinário como era o autor dos textos passa para a noite, para nós. Há uma loucura em Diniz Machado que me agrada, que sempre me agradou, desde que o meu professor de Português do secundário nos desafiou a escrever, a querer escrever, e nos falou da revolução para as palavras e para a literatura que significava " O que diz Molero".
É hoje, amanhã e 3 e 4 de Julho. Não percam.

1 comentário:

Teatro disse...

Obrigado pelo tua presença! Sabes que este espectáculo tem muita coisa tua... também é teu!
Um beijo enorme
pipa