terça-feira, setembro 29, 2009

O MEP em Lisboa

Já expressei aqui o meu sentido de voto em relação às próximas eleições autárquicas. Reforcei essa minha convicção quando fui à apresentação do programa cultural a que se dedicará Catarina Vaz Pinto, proposta de António Costa, para a vereação cultural da cidade. Tenho vinte e sete anos de ligação à cultura e nunca vi, a este nível do poder político, um discurso tão clarividente sobre a actividade cultural. Há pouco no entanto tomei conhecimento com a candidatura do MEP, bem como o programa político que a suporta. O cabeça de lista à Câmara é José Costa Ramos cuja delicadeza humana - e como eu, tantas vezes bruto de sentimentos, um paquiderme numa loja de porcelanas, aprecio a delicadeza alheia! - já tive o privilégio de desfrutar. A generosidade com que ela foi construída , a riqueza das suas ideias, " que bonita é a cidade com que José Costa Ramos sonha!", faz-me sentir que é um dever espalhar a palavra, neste caso o link. Até porque ela corresponde a algo que é cada vez mais profundo, a necessidade de que a política se transforme, deixe de ficar tão refém de interesses partidários de natureza corporativa, e seja a vontade de sonhar com a cidade, com uma determinada cidade. Apetece-me dizer, obrigado José Carlos.

2 comentários:

NavegaDora disse...

Obrigada, Quim, pela lufada de ar fresco :-)

José da Costa Ramos disse...

Obrigado Joaquim :)Seria uma grande alegria contar com o teu voto mas é alegria maior contar com a tua amizade.