domingo, outubro 17, 2010

A Verdade e a Política

Estão tempos tramados para a expressão de quem acreditou no trabalho deste governo e do Partido Socialista. Dou uma vista de olhos pelas páginas de alguns amigos e apercebo-me disso. Não vale a pena baralharmo-nos com a incapacidade de Passos Coelho. A governação de Sócrates foi eleita como o grande desastre (e o trabalho, agora percebe-se, criterioso e permanente, do seu desgaste político mais ajuda ao descrédito (até eu quando olho para o seu nariz já o associo, instintivamente, ao Pinóquio) e torna-se insensato opôr outras ordens de razão. É no entanto nestes momentos que é mais terrível a demagogia e não poderemos libertarmo-nos dela enquanto não descobrirmos qual a responsabilidade que o nosso modo de estar na comunicação a propicia, a estimula.
Se queremos a verdade, preparemo-nos para ela.

1 comentário:

Luis Novaes Tito disse...

Nenhum dramaturgo diria melhor :)
Abraços