terça-feira, julho 24, 2007

Piquenique de domingo

No domingo fizémos um piquenique nos Olivais, no Vale do Silêncio. Antes passei no Café do Tó, um dos meus preferidos quando por ali morava e encontro um antropológo a mandar as suas últimas sms antes de regressar, nessa noite, para trabalho de campo, em Moçambique. Dias antes tinha-o encontrado com a sua filha, na festa de uns amigos. Voltei a lembrar-me disso por causa da foto da filha, que vi há pouco num blogue. Foi o primeiro momento de um acordo finalizado com a cumplicidade desgarrada do Capitão Cook.
Dizia o Zé Flávio, falava-se do adormecer dos nossos filhos, de ficarmos ou não ali com eles, enquanto adormecem, da importância do toque, que os nossos pais não valorizavam tanto:
- " Eu não sei se eles precisam. Eu às vezes preciso. Preciso de um abraço, de uma festa, um afago".

2 comentários:

A indecisa disse...

Olá

Só tu para me fazeres reviver o passado...
1º o blog bafata.. não me dava com eles mas conheço alguns e as histórias são identicas à da minha rua
Agora o zézé...

Beijos

JPT disse...

Isto ja parece o Ponto de Encontro do Henrique Mendes. Grande beijo, dona.