quarta-feira, outubro 10, 2007

Dia de Sensibilização para a Intermitência

19 de Outubro de 2007
"Este comunicado que hoje está a ser lido em vários eventos culturais do país representa o sentimento geral dos profissionais das artes do espectáculo e do audiovisual.
Sabia que não há enquadramento jurídico que se adeque a estas profissões? Sabia que estes profissionais não podem estar doentes, grávidos, lesionados ou desempregados? Hoje é o nosso dia nacional de sensibilização para a intermitência. Dizemos que somos intermitentes porque o nosso trabalho é sempre descontínuo e temporário.
Essa é a natureza das nossas profissões!
Trabalhamos sucessivamente de projecto em projecto, com pessoas diferentes e isso implica a mobilidade dos profissionais e permite a diversidade das produções. Queremos ter acesso aos mesmos direitos e às condições básicas de qualquer trabalhador por conta de outrem.
Como estes, somos profissionais especializados, cumprimos horários, num local de trabalho específico, sob a direcção duma entidade.
Por todas estas razões, precisamos de uma definição legal de intermitência, que nos permita pagar a segurança social de acordo com o salário que recebemos e que nos proteja de situações de carência. Precisamos de um contrato de trabalho adequado à nossa realidade.
No último ano, representantes das áreas da dança, do teatro, da música, do circo, do cinema e do audiovisual têm vindo a apresentar e a defender propostas concretas sobre esta questão. Esperamos que este esforço resulte numa lei que nos sirva a todos.
Lembrem-se que apagadas as luzes da ribalta existe uma realidade que não pode continuar a ser ignorada.
Muito Obrigado e Bom Espectáculo! "
A minha pequena sala de espectáculos, o Respirar, também se associa a esta iniciativa e por isso no dia 19 voltarei a publicar este comunicado.

3 comentários:

sete e picos disse...

pois no dia 19 o oito e coisa também vai publicar o mesmo texto e apoiar a mesma causa. abraços

rui disse...

olá Quim,

Eu também queria publicar este texto no anacruses, mas gostava de referenciar a sua origem.

abraço

ruio rebelo

JPN disse...

Claro Rui. Eu recebi-o do Bruno Schiappa, sendo a sua origem "a equipa de trabalho que preside a uma plataforma que há mais de um ano está a negociar com o governo a regulamentação de um estatuto profissional que enquadre os trabalhadores dos espectáculos como profissionais intermitentes."
abraço